Cuidados com o frio

Não deixe seu cão exposto ao frio por muito tempo. É importante que ele fique num lugar protegido.

Mantenha o cão aquecido e em lugares secos. Pisos de azulejos ou sem revestimento de carpete devem ser evitados por que costumam ser muito frios.

Cães com pêlo curto ou grosso tendem a sentir mais frio. Por isso, escove-os regularmente. Eles se sentirão mais protegidos, como se estivessem com um agasalho de lã ou capa. Cães de pêlo longo devem ter os pêlos das patas aparados regularmente para facilitar sua limpeza.

Alimente o cão com calorias adicionais (sem exageros), caso ele permaneça fora de um abrigo por muito tempo. No inverno os cães precisam de mais energia para manter sua temperatura interna.

Enxugue-o com uma toalha ou secador se ele se molhar na chuva. Mantenha as patas sempre limpas e secas evitando assim pequenos cortes e rachaduras na planta das patas.

Queimaduras de frio são comuns em áreas com temperaturas muito baixas. As orelhas, o rabo e as patas dos cães são as partes mais atingidas.

Cuidado ao manter os cães perto de lareiras e aquecedores. Mantenha SEMPRE uma tela protetora que impeça a aproximação deles evitando queimaduras.

Os cão não "dizem" quando estão doentes. Por isso, preste especial atenção a qualquer sintoma estranho. Em qualquer caso, PROCURE SEU VETERINÁRIO.

Extraído do site www.blacklab.com.br