O Verdadeiro Criador

Um renomado criador é como a cabeça de uma família. Ele sente responsabilidade pela raça, pelos cães que cria, pelos que espera criar e também por todas as pessoas que têm cães de sua criação. Ele gasta tempo e dinheiro sem limite em assuntos que julga ser de interesse para a sua raça.

É essa responsabilidade incomum, combinada com o sentido de continuidade, que marca a grande diferença entre o verdadeiro criador e um mero produtor de cães.

O verdadeiro criador é um artista que procura a perfeição; o produtor e o comerciante de filhotes estão unicamente interessados em fazer dinheiro, vendendo filhotes como mercadoria para qualquer pessoa que possa pagar o preço.

O criador é o elo de ligação entre o passado e o futuro de uma raça. Sendo ele consciente de que o comprador de hoje poderá ser um criador amanhã, ele faz o que pode para educá-lo e incutir nele os ideais e os valores sobre os quais construiu a sua criação.

Feliz é o comprador novato que adquire o seu primeiro cão de um verdadeiro criador, pois, enquanto o produtor de filhotes pode vender a sua ninhada inteira para um comerciante de cães, o criador insiste em contatos com os que compram os seus filhotes e só os venderá depois que se convencer de que o cão e o futuro dono irão se entender bem. Mesmo que esse ‘inquérito’ só seja bem entendido depois da compra, essa é a melhor proteção que o compra­dor novato poderá ter.

Os produtores e os comerciantes de cães nunca perguntam nada e o único interesse é o de vender os filhotes o mais rapidamente possível, para evitar gastos e trabalho, acabando o seu interesse no ato da venda. O verdadeiro criador é muito diferente, mesmo que o cuidado dispensado a seus cães possa lhe causar noites de insônia e aborrecimentos, ele nunca deixará que um único filhote ou mesmo um cão mais velho saia de sua casa para outro lar que não seja tão bom ou melhor que aquele onde foi criado. E, mesmo após a venda, a ajuda e os conselhos não acabam, mas continuam pelo resto da vida do cão. Essa responsabilidade é aceita com alegria, sem espera de qualquer recompensa.

Autora do texto: Peggy Adamson
Criadora e Juíza norte-americana

Extraído do site www.blacklab.com.br